Imprimir

Casa é construída com R$ 18 mil reais em apenas seis semanas

. Acessos: 1470

Ah! A casa própria. Esse tema já foi explorado antes, aqui mesmo, no Jardim do Mundo. Passando de carroças e motorhomes (nossas favoritas, como bons nômades que somos) até casas de palha e barro, de fundações básicas até grandes sucessos da engenharia sustentável, frutos da mais fina inspiração humana, um misto futebolístico de técnica e beleza, a sintetização da capacidade da natureza, de nos prover

tanto em criatividade como em material, a casa própria pode e deve ser pensada para favorecer a habitabilidade sustentável, alcançada com observações acerca da exposição aos ventos e a luz solar até aos materiais a serem utilizados, como tintas ecológicas, materiais de longa duração e, é claro, sem gastos absurdos ou desnecessários. E nosso desejo vai além de nosso próprio jardim e se estende a quem mais puder pegar no ar, e os exemplos estão espalhados pelo globo, do Brasil a Tailândia, conheça um deles :

Steve Areen, além de ex-comissário de bordo, é um fotógrafo e músico que já viajou praticamente o mundo todo. Ele teve a oportunidade de construir uma pequena casa em uma fazenda de mangas, propriedade de um amigo, na Tailândia. E realizou o projeto em apenas seis semanas, gastando pouco mais de US$ 8 mil dólares (R$ 18 mil reais).

Steve construiu uma pequena cúpula, utilizando tijolos de concreto local e com ajuda de apenas dois ajudantes. Depois, adicionou detalhes pessoais como portas, prateleiras, um lago e um mirante, que foram construídos utilizando material conseguido com a vizinhança.

Apesar de ser abastecida por fontes convencionais de eletricidade e água, a casa é naturalmente aquecida e iluminada por grades janelas e o quarto tem um telhado verde. Já o banheiro, parece um pátio grego, com plantas e água corrente.

Agora, Steve quer construir uma casa semelhante nos Estados Unidos, usando material sustentável. O desafio maior é conseguir manter o preço baixo e a velocidade da obra, pois as leis americanas para construção são mais severas.

 

Fonte: JARDIM DO MUNDO.


ALERJ

Our website is protected by DMC Firewall!