Imprimir

Projeto ‘Produção de Águas’ recompõe Mata Ciliar de Rios e Nascentes

. Acessos: 1252

A Prefeitura de Barra Mansa, no Vale do Paraíba Fluminense, através de sua secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, em parceria com a OSCIP Piratingaúna, realizou nos dias 14 e 15/04/2014, novos plantios do projeto ‘Produção de Águas’, para a recomposição de margens de rios e a recuperação de nascentes do município

Durante do XII Encontro Verde das Américas , o Greenmeeting 2014, em Bras ília, o Prefeito de Ba rra Mansa , Jonas Marins, apresentou o Projeto ao Público: “esta é uma iniciativa é pioneira na região Sul Fluminense na recomposição de ma rgens de rios e a recuperação de nasc entes, através do plantio de mudas ”.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marinho Branco, destacou que além do Projeto ‘Produção de Águas’, o município conta ainda com vários outros projetos ambientais, como o ‘Ecovidas’, o ‘Eco-pneus’, o ‘Eco-óleo’ e a fiscalização através da ‘Patrulha Ambiental’ no Rio Paraíba do Sul”. A coordenadora de Meio Ambiente, Izabella Resende Vilela, explicou que a recomposição florestal das margens dos rios evita o assoreamento e, consequentemente, as enchentes. “Através do plantio dessas mudas é possível aumentar a produção de água, fazendo com que o município não enfrente problemas no período da estiagem”, destacou.

Durante o Greemeeting 2014, a Rebia e a OSCIP Piratingaúna pediram ao prefeito Jonas Marins a retomada do Projeto Clube de Amigos do Planeta na rede escolar do Município. “Implantamos em metade das escolas de Barra Mansa, mas ainda falta a outra metade, e uma reciclagem na metade que já conta com os Clubes de Amigos do Planeta, para reforçarmos a ideia de rede de cidadania socioambiental”, explicou Eduardo Wernech, presidente da OSCI P Piratingaúna. O Prefeito gostou da ideia e prometeu avaliar com sua equipe. O Projeto Clube de Amigos do Planeta recebeu em janeiro de 2004 o 5º Prêmio Ouro Azul da Caixa, na categoria empresa pública(www.portaldomeioambiente.org.br/rebia-rebia/projetos-da-rebia/clube-deamigos-do-planeta/1925-clube-de-amigos-doplaneta-em-barra-mansa). “Os estudantes são multiplicadores nas suas famílias, comunidade e na própria escola” – disse Eduardo Wernech, reforçando a importância do Projeto

Os estudantes recebem orientações da gerente de Reflorestamento da secretaria, a bióloga Valéria Almeida, sobre a forma correta de plantio e os cuidados necessários para manutenção das mudas. A estudante Laís Aparecida Silva e Silva, de 12 anos, que participou do plantio, aprovou a iniciativa. “É a primeira vez que planto uma árvore e achei muito legal. Além de ser importante para evitar as enchentes, a árvore também ajuda a melhorar nossa respiração”, disse. O estudante Luiz Fernando da Silva Dias, de 15 anos,também plantou sua primeira árvore e elogiou o projeto: “Tudo o que faz bem para a natureza é bom, por isso fiquei feliz em participar”.

No dia 14, a recomposição florestal foi realizada nas margens do Rio Barra Mansa, no bairro Santa Clara, onde foram plantadas 500 mudas de várias espécies da mata ciliar e, no dia 15, mais 500 mudas foram plantadas às margens do mesmo rio, no bairro Vila Delgado. O plantio foi realizado por integrantes da Oscip Piratingaúna e por alunos do 9º ano do Colégio Municipal Antônio Pereira Bruno e da Escola Municipal Iracema Pamplona Chiesse. O próximo plantio está previsto para junho, nas 102 nascentes do distrito de Santa Rita de Cássia. O projeto está sendo desenvolvido com recursos do Funcam (Fundo de Conservação Ambiental), aprovados pelo Condema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente).

 


ALERJ

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd