Imprimir

Enrique Leff palestra no V CBJA

. Acessos: 852

266

Mobilizar a cidadania e ir além das notícias pontuais é o recado de Enrique Leff

Motivado pelas conversas com o jornalista Vilmar Berna, o professor Enrique Leff, da Universidade Nacional Autônoma do México, inicia sua palestra no V Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental (CBJA ) perguntando qual é a responsabilidade do jornalista no mundo que vive o impasse da vida, um ponto de esgotamento. Durante as duas horas que conversou com um auditório de profissionais jornalistas, Enrique disse que, se a responsabilidade é transmitir informação, é preciso ser crítico e perguntar sempre qual é a verdade da crise ambiental.

Para Enrique, é preciso buscar outros caminhos que não a notícia etiquetada, as notícias pontuais. “Os jornalistas têm a labor da formação crítica”, disse Enrique, mostrando que parte da função do jornalismo atual é mobilizar a cidadania para que as pessoas se convertam em debatedores críticos. O professor mexicano enfatiza que o jornalista tem o poder de ajudar a criar uma cidadania ambiental.

 

266BCamila Moreno, pesquisadora e coordenadora de
sustentabilidade independente, Vilmar Berna,
escritor e jornalista, e o professor Enrique Leff

Na palestra, Enrique instigou os jornalistas a pensarem na economia verde não como o messias que veio salvar o mundo mas como um processo de ecologização da natureza, em que os princípios da economia neoclássica são aplicados ao meio ambiente, uma vez que os recursos naturais se transformam em capital natural, como é o caso do ar, da água, do carbono. Enrique lembra que a Lei da Entropia aponta que qualquer processo de transformação gera degradação e que, mesmo com a ecologização da modernidade, ainda continuamos a degradar o planeta e que no futuro teremos uma vida tecnologizada.

Ao desenvolver a sua argumentação, o professor mexicano diz que os ecomarxistas e os ecologistas profundos podem implementar suas visões de mundo para o Butão, por exemplo, ou individualmente. Mas que nas sociedades complexas outro imaginário, outra visão de mundo, está se formando. Para o professor, a geração de novos direitos é o contraponto, é a via possível de construir uma nova sociedade e que isso está sendo feito pelos movimentos sociais. “Eles reclamam o viver bem e os direitos de viver em seus territórios”, explicou, mostrando que o jornalista deve saber compreender as disputas de visão de mundo que existem sobre as questões da natureza. O professor enfatiza que a luta pela posse do território é também a luta pela biodiversidade contida nele. Ao retratar essa luta de poderes, o jornalista ajuda na compreensão da diversidade e na promoção da tolerância.

Enrique Leff é economista e doutor em Economia do Desenvolvimento pela Sorbonne. Hoje é professor de Ecologia Política e Políticas Ambientais da Universidade do México. Participou do V CBJA com a palestra Rumo a um futuro sustentável: a economia verde e a reapropriação da natureza. A palestra ocorreu na tarde do dia 18 de outubro, em Brasília (DF), no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB).

 

Fonte: Agência de Notícia s UniCEUB.


{fcomment id = 266}

ALERJ

DMC Firewall is a Joomla Security extension!