Imprimir

Os caminhos da Economia verde e a cobertura jornalística

. Acessos: 711

150

A “economia verde” será debatida sob vários aspectos no 5º Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental, de 16 a 19 de outubro, em Brasília (DF)

Como garantir estabilidade econômica associada à manutenção dos recursos naturais e serviços ambientais por meio da chamada “Economia Verde” se tornou um dos principais assuntos nas rodas de debates em todo o mundo. Para as Nações Unidas, é aquela que trará bem estar humano e igualdade social ao mesmo tempo em que reduzirá as emissões de carbono e a ineficiência no uso de recursos.

O brilho da teoria, no entanto, encontra muitos caminhos antes de uma prática concreta nos setores governamental, privado e da sociedade civil. Por isso, a “Economia Verde” será debatida sob vários aspectos no 5º Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental, de 16 a 19 de outubro, em Brasília (DF).

O painel dedicado ao tema reunirá representantes da Universidade de Campinas, do Ministério das Relações Exteriores, da Confederação Nacional da Indústria e da Organização Internacional do Trabalho. Com a moderação da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental, a troca de conhecimento tem por objetivo aprimorar a cobertura do tema pela imprensa nacional.

Associado a esse necessário novo modelo econômico está a segurança alimentar de uma crescente população global. Como produzir alimentos de qualidade, acessíveis e com baixo impacto ambiental será discutido por representantes da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, da Global Footprint Network (Pegada Ecológica), da Fundação Getúlio Vargas e da Embrapa, sob moderação da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental.

Confira a programação em www.jornalismoambiental.org.br.

 

{fcomment id = 150}

ALERJ

DMC Firewall is a Joomla Security extension!