Imprimir

São Gonçalo sem fronteiras

. Acessos: 205

974
“O município sozinho não resolve problemas e precisamos estar unidos com outras cidades da nossa bacia hidrográfica e assim desenvolver projetos e financiamentos de forma integrada para resolver as urgências ambientais e sociais”, explicou o secretário de Meio Ambiente de São Gonçalo, Ricardo Harduim

Com a presença de diversas autoridades, dentre elas o Deputado Estadual Nivaldo Mulim, o ex-ministro de Ciência e Tecnologia Celso Pansera, e a Secretária de Educação Profª Vaneli Chaves, além de cientistas e um grande número de convidados da área de Educação, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e de outras secretarias, aconteceu em 1º de julho, a Jornada “Alcântara +20: Baía de Guanabara, Territórios sem fronteiras”, no Auditório da Faculdade de Formação de Professores (FFP/UERJ), no Campus da UERJ no Patronato, São Gonçalo.

O evento foi realizado pelo Sistema de Integração Municipal América Latina Área Sul (SIMAAS) com o apoio da Prefeitura de São Gonçalo.

Durante todo o dia, representantes do Poder Público e da sociedade civil estiveram reunidos para discutir e pensar ações que possam contribuir para o desenvolvimento sustentável de São Gonçalo, levando em conta Educação, Saúde, Meio Ambiente, Segurança e Tecnologias.

A proposta da jornada, conforme adianta o secretário municipal de Meio Ambiente, Ricardo Harduim, está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e as 169 metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para serem adotadas pelos países,estados e municípios até 2030.

O diretor do SIMAAS, Alejandro Ratti, acrescenta que o município de São Gonçalo por sua diversidade socioambiental pode desenvolver um trabalho que sirva de exemplo para outras cidades.

974-1

974-2

 

Fonte: https://www.facebook.com/1339397703/posts/1020999

ALERJ

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd