Imprimir

Água primeiro para as pessoas!

. Acessos: 194

898Os recursos hídricos são importantes tanto para a sociedade quanto para os ecossistemas. E o acesso à água potável e aos serviços sanitários adequados é vital para todos os seres humanos. Todos nós dependemos de um abastecimento de água potável limpo e confiável para manter nossa saúde. Precisamos de água para a agricultura, para a produção de energia, para a navegação, para a indústria, etc. No entanto, atualmente, 650 milhões de pessoas (ou seja, o equivalente a 10% da população mundial) não têm acesso a recursos hídricos seguros e estão expostas a doenças infecciosas e à morte prematura.

A pressão sobre os recursos hídricos tem crescido nas últimas décadas devido ao aumento da população e às atividades humanas cada vez mais sofisticadas, que utilizam água em quantidades crescentes. E essa pressão provavelmente seja intensificada como resultado das mudanças climáticas. Muitos países, em especial no continente africano, enfrentam escassez de recursos hídricos e problemas com a qualidade da água. A quantidade de água disponível é limitada, sua qualidade é questionável e a demanda continua a crescer ano após ano, com o aumento da população.

Conforme indicado no último relatório do IPCC, um aquecimento de lagos e rios relacionado ao clima foi observado nas últimas décadas, causando mudanças na composição das espécies, na abundância de organismos e na produtividade dos ecossistemas de água doce. Também devido ao aquecimento, muitos lagos apresentaram estratificação prolongada, com a diminuição da concentração de nutrientes na camada de superfície e esgotamento de oxigênio em camadas mais profundas. As secas se tornaram mais comuns desde os anos 1970, especialmente nos trópicos e subtrópicos, causando redução no nível de lagos no Chade, Zimbábue, Zâmbia e Malawi.

qualidade da água também está em risco em áreas onde há ocorrência de chuvas acima da média. Por exemplo, países como Quênia, Etiópia e Somália, na região leste da África, têm constatado grandes precipitações devido ao El Niño. Nesses locais houve problemas com a infraestrutura, já que os sistemas de esgoto e de tratamento de água ficaram sobrecarregados. Entre as consequências diretas dessas fortes chuvas estão o escoamento para rios e lagos de detritos animais, lixo e outros poluentes — levando-os às reservas de água potável e tornando-as inutilizáveis, inseguras ou necessitando tratamento.

Ao celebrarmos o Dia da Água hoje (22 de março), temos uma importante oportunidade de pedir às partes que investiram e ainda investem em combustíveis fósseis que impeçam essas “aventuras desastrosas”. Escolhas como essas pioram uma situação que já é muito complicada para milhões de pessoas. A grande quantidade de água usada pela indústria dos combustíveis fósseis deveria ser direcionada para satisfazer as necessidades básicas dos seres humanos. Hoje, juntos, clamamos: água primeiro para as pessoas!


Fonte: 350.org.

ALERJ

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd