Imprimir

Petrobras leva multa de R$ 170 milhões em São Gonçalo

. Acessos: 272

890

Para a prefeitura, estrada do Comperj é culpada por rio transbordar

Rio - A Prefeitura de São Gonçalo quer responsabilizar o Comperj pela inundação provocada pelas chuvas na região, que deixaram mais de mil pessoas desalojadas há uma semana. Na quarta-feira, o município emitiu uma multa no valor de R$ 170 milhões à Petrobras, responsável pelo empreendimento.

“A construção da estrada do Comperj possui um sistema de drenagem ineficiente e contribui para o estrangulamento do Rio Alcântara. A estrada se tornou um dique de contenção, que dificulta o escoamento das águas”, acusou o prefeito Neilton Mulim. Segundo a Secretaria Municipal do Ambiente, com licença do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), em 2012 a estatal construiu uma estrada de serviços para cargas especiais e grandes dimensões (UHOS, na sigla em inglês). A via liga a Praia de Itaóca, em São Gonçalo, ao Comperj, em Itaboraí, cortando os bairros do Salgueiro e Jardim Catarina. Segundo Mulin, a estrada foi construída em um trecho de faixa de domínio da antiga linha férrea que cortava a cidade.

882
Inea iniciou dragagem de rios e canais, esperada há anos na cidade Foto: Julio Diniz

O Inea iniciou quarta-feira a dragagem do Rio Brandoas. O prefeito aguarda um encontro com o governador em exercício, Francisco Dornelles, para solicitar mais equipamentos para ajudar na limpeza. “Estamos há meses solicitando a dragagem dos rios e canais que cortam a nossa cidade. Enviamos vários ofícios ao Inea com cópias para o Ministério Público. Precisou a cidade sofrer com o temporal para o órgão aparecer. Precisamos do Inea em todos os rios. Não queremos outra tragédia em São Gonçalo”, disse.

O Inea informou que 1.700 metros de extensão do Rio Brandoas serão limpos. O serviço está previsto para ser concluído em junho. A previsão é que 14 mil metros cúbicos de sedimentos sejam retirados e levados para o terreno licenciado da Secretaria de Estado do Ambiente, em Alcântara. No entanto, o órgão ainda avalia a possibilidade de dragar outros rios do município.

Procurada, a Petrobras informou que não recebeu ainda notificação sobre a multa.


Fonte: O Dia.

ALERJ

DMC Firewall is a Joomla Security extension!