Imprimir

Boas notícias: são muitos os que se importam

. Acessos: 714

621Fomos examinar os números, inclusive para saber se somos úteis, se vale a pena continuar com nosso trabalho. e, como números costumam ser relativos e se prestam facilmente a manipulações estatísticas, buscamos em nossa própria casa os indicadores independentes se vale a pena continuar lutando

Por Vilmar Sidnei Demamam Berna*

Achamos boas notícias. Existe um interesse crescente na sociedade pelos temas socioambientais e da sustentabilidade, o que significa, também, que cada vez mais irá aumentar e se fortalecer uma consciência socioambiental no Brasil e no mundo, resultando em novas ideias, novos hábitos, novas práticas. Cada vez mais, à medida que esta consciência cresce, crescerá também a existência de políticas públicas e privadas comprometidos com a causa da sustentabilidade, até por uma questão de sobrevivência no mundo dos negócios e da política.

Vejam alguns dos indicadores que achamos. Não fosse pelo interesse do público, e de nossos parceiros e patrocinadores, não teríamos chegado à 80ª edição impressa da Revista do Meio Ambiente e a 113 edições do Jornal do Meio Ambiente. Não é pouca coisa. A Revista do Meio Ambiente, em março de 2015, comemorou 10 anos de existência! Até aqui, distribuímos mais de 2 milhões de exemplares das edições impressas, cerca de 800 mil downloads da versão virtual, em PDF, cerca de 10 mil a cada edição. Imagine o poder multiplicador de tanta informação! Detalhe, tudo feito por voluntários e distribuído de maneira gratuita e sem fi ns lucrativos como parte de nosso compromisso e missão em contribuir para a formação e o fortalecimento da consciência e da cidadania socioambiental em nosso país.

Outro indicador importante é o número de visitas ao Portal do Meio Ambiente – mais de 1 milhão visitantes por ano – posicionado em quarto lugar entre os mais visitados no sistema de busca do Google para quem procura pelo termo meio ambiente! Nas redes sociais, a página da REBIA do Facebook é curtida e compartilhada por milhares de pessoas, diariamente, conforme atestam os medidores do próprio Facebook.

Sim, como parte do processo da mudança, é importante valorizar as vitórias, ainda que pequenas, por que é com esperança que se vence as lutas. Entretanto, não podemos nos iludir, estamos só no início dessa jornada. E não se muda um cultura civilizatória que sempre tratou o Planeta como um armazém de recursos ilimitados e uma lixeira infi nita para outra, menos antropocêntrica, mais fraterna e sustentável, numa única geração.

E, como tudo indica que a jornada será longa, é importante nos municiarmos de boas notícias que nos anime, que nos de esperança de que vale a pena prosseguir lutando, ainda que aqui ou ali estejamos perdendo algumas batalhas. Qualquer mudança requer uma luta constante, pois quando deixamos de investir nela, a tendência é voltar para inércia e até retroceder.

 

Você pode também se interessar por estes artigos abaixo

ALERJ

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd